Instituto Ana Nery - Cursos Técnicos de Qualidade

Cursos Técnicos

Curso Técnico de Enfermagem

Descrição:

Primeiramente, a enfermagem é uma profissão que vem ganhando bastante espaço nos últimos anos. A expansão e a melhoria das redes hospitalares têm demandado cada vez mais a presença desses profissionais. Assim, fatores como envelhecimento da população e o aumento dos serviços de cuidado em domicílio também contribuem para o aquecimento da área.

Portanto, quem se interessa por Enfermagem encontra três tipos de curso à disposição: o técnico, o auxiliar e o bacharel – sendo este último o único de nível superior.

Assim, o curso técnico em enfermagem é um dos mais populares. É rápido de fazer, tem boa empregabilidade e salários razoáveis, bem como duração de 26 meses. Logo, nesse período você sairá formado em auxiliar e técnico em enfermagem.

Sobre o Curso de Técnico em Enfermagem

Para poder atuar como técnico em Enfermagem, o profissional precisa ser formado em uma escola registrada junto aos órgãos competentes.
Então, o Instituto Técnico Ana Nery, formando profissionais da área de enfermagem há mais de 20 anos, é reconhecido no mercado de trabalho e possui parceria com o Conselho Regional de Enfermagem (Coren-SP).

Dessa maneira, o aluno irá atuar sob a supervisão de um enfermeiro e poderá prestar assistência em casos de maior complexidade (sempre junto a um enfermeiro).

Os maiores empregadores de técnicos de Enfermagem são os centros cirúrgicos e unidades de terapia intensiva.

Geralmente, a formação tem duração de dois anos. Os interessados precisam ter o ensino médio completo. No curso técnico o estágio é obrigatório e tem, em média, 600 horas de duração.

Diferenças entre o Técnico e o Auxiliar em Enfermagem

Técnico em Enfermagem

O Técnico em Enfermagem é um profissional de nível médio, que ajuda a equipe de enfermagem em diversas frentes, como:

  • Oferecer apoio ao enfermeiro para planejar atividades da área.
  • Prestar assistência a pacientes em estado grave.
  • Atuar no controle e prevenção de doenças.
  • Controlar o risco de infecção hospitalar.

Contudo, ele tem um campo de atuação intermediário. É mais limitado em relação ao enfermeiro e mais amplo quando comparado ao auxiliar.

Auxiliar de Enfermagem

O auxiliar de Enfermagem tem um campo de atuação mais limitado. Ele atua principalmente na administração de medicamentos, aplicação de vacinas, realização de curativos e higiene, cuidando de pacientes de baixa complexidade (casos não graves).

Entre suas outras funções, podemos destacar:

  • Preparar o paciente para exames.
  • Executar tratamentos prescritos, como nebulização, troca de soro, vacinas, colher material para exames laboratoriais.
  • Oferecer cuidados pré e pós-operatórios.
  • Fazer a desinfecção e esterilização de equipamentos cirúrgicos.
  • Alimentar pacientes.
  • Efetuar procedimentos em caso de morte do paciente.

O curso de formação do auxiliar de Enfermagem dura aproximadamente um ano e meio e deve ser feito em escolas autorizadas pelos órgãos competentes, especialmente os conselhos de Enfermagem.

Mercado de trabalho para profissionais de Enfermagem

O mercado de trabalho para todos os profissionais de Enfermagem é bom e segue em expansão.

Os salários variam de acordo com o nível de formação do profissional. Os mais altos são dos enfermeiros. Os técnicos recebem, em média, pouco mais da metade dos ganhos de um enfermeiro. Já os auxiliares ganham menos que os outros dois.

Confira as médias nacionais de salários apresentadas pelo Guia de Profissões e Salários da Catho:

  • Técnico em Enfermagem: R$ 1.916,00 (salário médio)
  • Auxiliar de Enfermagem: R$ 1.600,00(salário médio)